19 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
17/10/23 às 9h43 - Atualizado em 17/10/23 às 9h48

Novo sistema de drenagem de Taguatinga tem investimento de R$ 3 milhões

COMPARTILHAR

A construção de reservatório de detenção de águas pluviais para ampliar o sistema de drenagem do centro de Taguatinga terá início nos próximos dias. A lagoa será construída nas proximidades do Túnel Rei Pelé, terá capacidade de 5 mil metros cúbicos e conterá dispositivos de entrada e saída, dissipação, contenção e lançamento.

Após assinatura de contrato, a empresa TVA Construção Eireli será a responsável pela obra. O investimento é de R$ 3.075.877,07. Serviços vão gerar 100 empregos diretos e indiretos.

Atualmente, a água captada pelas bocas de lobo da região central de Taguatinga deságua no Córrego do Cortado por lançamento direto, por meio de dutos dissipadores. Com a lagoa, a água da chuva passará a ser depositada, decantada e, somente depois desse processo, irá para o córrego.

Arte: Divulgação/ Secretaria de Obras

“Já existe um sistema de drenagem da região que atende ao túnel. O que vamos fazer é melhorá-lo com as normas atuais da Adasa. Taguatinga não pode ter uma obra moderna como o Túnel Rei Pelé com um sistema de drenagem da década de 1970”, destaca o secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho.

O engenheiro Ricardo Terenzi explica que a construção da lagoa de detenção vai ampliar a capacidade da rede de drenagem e melhorar o que já existia, que era o lançamento direto.

*Com informações da Secretaria de Obras e Infraestrutura

Mapa do site Dúvidas frequentes