19 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
29/06/23 às 15h08 - Atualizado em 29/06/23 às 15h08

Praça em Taguatinga é recuperada por alunos de programa de qualificação

COMPARTILHAR

Mais um espaço público da cidade está de cara nova. A praça da EQNL 10/12, em Taguatinga, foi completamente reformada pelos aprendizes do RenovaDF, programa do Governo do Distrito Federal (GDF) de capacitação profissional na área de construção civil. A região administrativa conta com cerca de mil alunos do projeto atuando nos equipamentos públicos.

Entre os serviços, foi feita a pintura de bancos, calçadas, área de calistenia, parquinho infantil e ponto de encontro comunitário | Fotos: Joel Rodrigues/ Agência Brasília

Enquanto se qualificam no curso de auxiliar de manutenção, os aprendizes recuperam a praça. “Os alunos fazem a aula teórica e prática em campo. São ensinadas as técnicas de auxiliar de manutenção, com jardinagem, serralheria, pintura e parte elétrica”, explica o professor Klever Pereira Gomes.

O espaço não passava por intervenções há muitos anos. “Aqui tinha muitos anos que ninguém mexia”, revela Klever. A quadra poliesportiva teve o alambrado, as cestas de basquete e os gols reconstruídos, e a pintura será iniciada ainda esta semana. Já a quadra de areia teve o material peneirado. Também foram pintados bancos, calçadas, área de calistenia, parquinho infantil e o ponto de encontro comunitário (PEC).

Klever Pereira Gomes é professor do projeto RenovaDF: “Os alunos fazem a aula teórica e prática em campo”

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Thales Mendes, destaca que o conceito do RenovaDF é a qualificação profissional na prática. “Em vez de levar essas pessoas para uma sala de aula, a gente leva para um canteiro de obras, um espaço público onde eles passam a aprender aquela profissão na prática”, afirma. “No final, todo mundo sai ganhando: as pessoas que saem qualificadas e o equipamento público renovado”.

Renovação do espaço

Claudete Noleto Brito, 59 anos, é uma das alunas mais empolgadas com a reforma. “Quando a gente chegou aqui, estava tudo jogado às traças. Capinamos o jardim, costuramos as grades da quadra, aprendemos a pintar. Aquele parquinho de areia nós peneiramos toda a área. Também fizemos desenhos. Tudo isso é para os moradores verem o nosso trabalho”, comenta.

Fabrício Marques: “Aprendi mais e fui aperfeiçoando meus conhecimentos. É uma oportunidade boa, já que o mercado cobra experiência”

O jovem Fabrício Marques, 20 anos, é morador de Santa Maria e um dos estudantes do 2º Ciclo de 2023 do RenovaDF. Ele conta que já tinha um conhecimento básico na área, mas entrou no curso para garantir a qualificação comprovada, exigência do mercado de trabalho. “Aprendi mais e fui aperfeiçoando meus conhecimentos. É uma oportunidade boa, já que o mercado cobra experiência”, diz.

“Em vez de levar essas pessoas para uma sala de aula, a gente leva para um canteiro de obras, um espaço público onde eles passam a aprender aquela profissão na prática”Thales Mendes, secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda

Ele tem atuado lado a lado com os outros alunos para melhorar a região de Taguatinga. “A praça aqui era muito feia, acabada. Já estamos finalizando nosso trabalho aqui e está muito bonito. Em breve, vamos atuar em outro equipamento da cidade”, completa.

Moradora da região, a professora Márcia Belmonte, 57 anos, vê o projeto com bons olhos. “Posso dizer que eles fizeram um bom trabalho. Fizeram a limpeza, pintaram e renovaram tudo”, comenta.

 

Iniciativa

Desde a criação do projeto em 2021, o RenovaDF, parceria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet) com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Distrito Federal (Senai-DF), já formou mais de 11 mil pessoas e reformou quase 1,5 mil equipamentos públicos pelo Distrito Federal.

Atualmente, o programa conta com quatro mil pessoas atuando nas ruas de mais de sete regiões administrativas, como Taguatinga e Plano Piloto. As próximas cidades a receberem o projeto são Park Way, Candangolândia, Núcleo Bandeirante e Riacho Fundo.

 

(Com Iinformaçôes da Agência Brasilia)

Mapa do site Dúvidas frequentes