25 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
19/06/23 às 10h06 - Atualizado em 19/06/23 às 10h06

Drenagem nas proximidades do Túnel Rei Pelé terá investimento de R$ 4,4 mi

COMPARTILHAR

O Governo do Distrito Federal (GDF) marcou para 18 de julho a licitação para contratação de empresa responsável pela construção de reservatório de detenção para ampliar o sistema de drenagem nas proximidades do Túnel Rei Pelé. A lagoa terá capacidade de 5 mil metros cúbicos e conterá dispositivos de entrada e saída, dissipação, contenção e lançamento.

Arte: Ascom SODF em foto do Google Maps

Atualmente, a água captada pelas bocas de lobo da região central de Taguatinga deságua no Córrego do Cortado por lançamento direto, por  meio de dutos dissipadores. Com a lagoa, a água da chuva passará a ser depositada, decantada e, somente depois desse processo, irá para o córrego.

“Já existe um sistema de drenagem da região que atende ao túnel. O que vamos fazer é melhorá-lo com as normas atuais da Adasa. Taguatinga não pode ter uma obra moderna como o Túnel Rei Pelé com um sistema de drenagem da década de 70”, destaca o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

O engenheiro Ricardo Terenzi explica que a construção da lagoa de detenção vai ampliar a capacidade da rede de drenagem e, ainda, melhorar o que já existia, que era o lançamento direto.

“Essa licitação não interfere ou impede em nada o funcionamento do túnel. Atravessamos todo o período de chuvas intensas sem nenhum problema de drenagem na região. Agora, com uma bacia e uma grande caixa que separa o óleo dos carros da água da chuva, vamos reforçar o sistema de drenagem no Centro de Taguatinga, garantindo a preservação do meio ambiente”, afirma.

*Com informações da Secretaria de Obras

Mapa do site Dúvidas frequentes