10 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
6/02/23 às 11h58 - Atualizado em 6/02/23 às 15h35

Sala técnica do Túnel de Taguatinga começa a ser dividida em setores

COMPARTILHAR

No encontro subterrâneo do Túnel de Taguatinga entre as avenidas Central e Comercial, abaixo do boulevard, está a sala técnica. Com 1.734 m², o espaço é dedicado ao comando operacional da obra viária, uma espécie de cérebro do local. Atualmente, se apresenta como um grande salão de 32,4 m x 53,5 m, com 2,8 m de altura.

Na última semana de janeiro, os trabalhadores do túnel iniciaram o trabalho de alvenaria, que consiste na construção das paredes de cada uma das dependências da sala. Em seguida, serão feitos os acabamentos e implantação dos pisos.

 

 

A cabine abrigará as salas elétrica, de média tensão, de ventilação, eletrônica, de operação e controle e de geradores. Também há dependências para manutenção elétrica, manutenção eletrônica, apoio a operação viária, almoxarifado, tomada de ar externo e ar-condicionado, manutenção mecânica, ferramentas, telecomunicações e servidores, projeto de descarga de ar contaminado, medição da Companhia Energética de Brasília (CEB), geradores e nobreak.

 

O espaço ainda conta com dois reservatórios de incêndio que estão praticamente finalizados – cada um deles tem capacidade para 50 mil litros – e áreas dedicadas aos funcionários, como refeitório e vestiários masculinos e femininos.

A entrada e saída da sala técnica se dará por três escadas de incêndio. A maior das escadas dará acesso tanto à parte externa como ao interior do túnel. Estão sendo executados 63 degraus. A menor de todas, já construída, liga a superfície do boulevard à cabine, com 26 degraus. A ser construídaoo outro acesso fará a conexão da sala à passagem subterrânea, com 37 degraus.

(Com Informações da Agencia Brasilia)

Mapa do site Dúvidas frequentes