30 de novembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
7/11/22 às 10h22 - Atualizado em 7/11/22 às 10h22

Concluída a produção de barreiras new jersey na rampa do BRT

COMPARTILHAR

O principal item de segurança do viaduto exclusivo para ônibus do Túnel de Taguatinga está pronto. A rampa, que ligará o boulevard da passagem à Avenida Samdu, já está totalmente guarnecida com 140 m de barreiras new jersey. As muretas vão garantir que nenhum veículo caia da pista suspensa em caso de colisão.

A execução da barreira new jersey na rampa do BRT foi possível porque a pista suspensa já está concretada: processo terminou em 3 de outubro, com a utilização de 450 m³ de concreto armado | Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

As barreiras não estão presentes apenas no viaduto do BRT, sigla do inglês para bus rapid transit (ônibus de trânsito rápido). O próprio Túnel de Taguatinga terá aproximadamente 4 km de mureta. No seu interior, a new jersey tem a função de proteger a estrutura da passagem subterrânea. Nas áreas de entrada e saída da obra, o item de segurança separa o fluxo de veículos.

“Por se tratar de uma construção muito robusta, o trabalho precisou ser feito em duas etapas”Giovana Assis, engenheira de planejamento

A execução da barreira new jersey na rampa do BRT só foi possível porque a pista suspensa já está concretada. O processo terminou em 3 de outubro, com a utilização de 450 m³ de concreto armado. “Por se tratar de uma construção muito robusta, o trabalho precisou ser feito em duas etapas”, conta a engenheira de planejamento Giovana Assis.

Para fazer a primeira camada, foram usados 200 m³ da mistura de brita e cimento. Por cima, foi feita uma segunda camada com 250 m³ do material. “O pavimento passou por três dias de cura úmida. A prática mantém a hidratação do concreto e melhora seu desempenho”, detalha Giovana.

O Túnel de Taguatinga é a maior obra viária em execução no Brasil. O investimento de R$ 275 milhões vai melhorar a vida de pelo menos 137 mil motoristas que trafegam pela área diariamente.

 

(COM informações da Agecnia Brasilia)

Mapa do site Dúvidas frequentes