08 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
27/04/22 às 11h37 - Atualizado em 27/04/22 às 11h41

Desbloqueio de pista favorece motoristas, comerciantes e pedestres

COMPARTILHAR

As avenidas do centro de Taguatinga são velhas conhecidas do aposentado Jovercino Silva, 68 anos. Todos os dias, ele atravessa a cidade para visitar os pais, rotina que ganhou ares desafiadores nos últimos nove meses. O bloqueio do acesso entre as avenidas Comercial Sul e Comercial Norte, por causa das obras do Túnel de Taguatinga, dificultava o trajeto do filho dedicado.

A reativação do tráfego entre as comerciais Sul e Norte é mais uma mostra do ritmo intenso empregado na construção da maior obra viária urbana em execução no país

“Eu precisava ir para Taguatinga Sul pelo Pistão e retornar para Taguatinga Norte pela Avenida Samdu, uma volta imensa”, conta Jovercino. “Com a liberação da pista, minhas manhãs voltaram ao normal. É uma economia de tempo muito grande”.  O cruzamento que liga as duas avenidas comerciais foi reaberto nesse 21 de abril, dia em que Brasília completou 62 anos.

De acordo com o administrador regional de Taguatinga, Ezequias Pereira, a liberação do acesso beneficia cerca de 100 mil veículos que transitam diariamente pela via. “Além disso, quatro linhas de ônibus voltaram a trafegar pela pista, melhorando muito a mobilidade da cidade”, afirma. Mas os motoristas não são os únicos animados com a reabertura.

O desbloqueio foi comemorado não só por motoristas, mas também por quem precisa caminhar entre as duas avenidas | Fotos: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Para os comerciantes locais, o desbloqueio da via é sinônimo de esperança. O funcionário de uma banca de revistas José Rodrigo Prereira de Oliveira, 45, acredita que os dias de movimento fraco ficaram no passado. “Vamos voltar a vender bastante com a liberação do cruzamento”, aposta. “A gente tem fé que vai melhorar muito”.

Quem precisa caminhar entre as duas avenidas também comemora o desbloqueio do cruzamento. Moradora da QSE 10, a dona de casa Vanda Lúcia Nascimento, 58, não frequentava a comercial Sul de Taguatinga havia meses. “O acesso estava difícil, tinha que caminhar muito”, recorda. “Agora, voltei a andar por essas bandas. Deu até gosto passear pelas lojas, ver o movimento”.

A reativação do tráfego entre as comerciais Sul e Norte é mais uma mostra do ritmo intenso empregado na construção do Túnel de Taguatinga, a maior obra viária urbana em execução no país. O próximo trecho a ser liberado para a população será a passarela subterrânea que liga a Estação Praça do Relógio, do lado norte da Avenida Central, ao lado sul da via.

Animada com as mudanças que estão por vir, a aposentada Célia Maria Rosa, 67, celebra a volta à normalidade no centro de Taguatinga. “A reabertura do cruzamento já foi maravilhosa para quem precisa atravessar a cidade”, avalia. “E vai ficar melhor ainda quando o túnel ficar pronto”.

 

(Matéria da Agencia Brasilia)

Mapa do site Dúvidas frequentes